top of page

O Inconsciente, para Jung, Tem uma Finalidade e é Portador de Sentido

Atualizado: 6 de fev.

Segundo Jung, o inconsciente é um depositário de relíquias. Suas experiências tanto com psicóticos, quanto com neuróticos, somam-se às suas observações a respeito do material de fantasia produzido, o que o encorajou a pensar que existem elementos formadores que não estariam na consciência do ego, mas em algum outro lugar da psique. Através de muito material rico produzido pelos pacientes, especialmente através da arte, Jung foi identificando que algumas imagens viriam de complexos, mas outras seriam tão impessoais e primordiais que não poderiam ser explicadas pela experiência do sujeito. Assim, Jung foi construindo considerações sobre a natureza do psíquico até construir sua teoria psicológica, onde o inconsciente é portador de sentido. Por exemplo, em certos estados alterados de consciência vamos encontrar um sujeito subliminar que não é o ego, mas que revela uma certa intenção e vontade. O ego pode, portanto, estabelecer um diálogo com essa ‘subpersonalidade’.


Em muitos dos seus escritos, Jung cita o termo psicóide de Bleuler reconhecendo como a soma das funções do corpo e do sistema nervoso central, orientadas para a conservação da vida. Nos termos de Jung, psicóide é um termo que descreve processos que são quase-psíquicos, propondo a consciência do ego e o inconsciente (pessoal e coletivo) distintos das outras funções de conservação da vida. Ele reconhece o corpo como também orientado para um propósito fora do âmbito da psique, a preservação da vida (instintos). Logo, Jung demonstra que o inconsciente tem uma finalidade no seu existir, e seus processos estão além da energia somática dos puros processos corporais. Em suma, o inconsciente exerce uma influência muito poderosa na vida, nas emoções, nos comportamentos, ainda que a consciência não tenha noção de suas finalidades ou de seus sentidos. É a nossa essência, o que realmente somos!


Esse artigo foi escrito por:

Regina Nohra

Diretora-Presidente do IMHEP

Pedagoga, Psicóloga Clínica-Hipnoterapeuta

Reg. MEC nº 54.858 / CRP 05/22916

Núcleo de Desenvolvimento Humano – Regina Nohra

Apoio: IMHEP – Instituto Milton H. Erickson de Petrópolis

Filiado a The Milton H. Erickson Foundation, Inc., Phoenix, Arizona, US

Comentarios


bottom of page